Postado por Alexandre Mello | Em 1 de janeiro de 2016 | Tags: , , ,

O ano começou. Época de ajustar nossas condutas a todos os planos e intenções de Ano Novo que fizemos no Reveillon. Foi um período de festas e celebrações, mas também de reflexão e união. União com nossas famílias, nossos amigos e até com nós mesmos. É um momento propício para revermos nossas atitudes. Após um 2015 intenso e repleto de críticas ao externo, não seria bom começar o ano olhando para dentro e revendo nossa contribuição, nossa parcela de impacto no caos que nos rodeia?

Ao longo do ano haverá diversas oportunidades para discutirmos e nos aprofundarmos nas várias sugestões de como melhorar o setor da educação no Brasil. É esse um dos objetivos do Mapa. Mas além disso, aproveitando a atmosfera de renovação, vale lançar um outro olhar sobre o tema.

Um dos significados encontrados no dicionário para educação é “Aperfeiçoamento das faculdades físicas, intelectuais e morais do ser humano”. Como buscar um aperfeiçoamento sistêmico, se não nos questionarmos primeiro sobre o nosso próprio aperfeiçoamento? Isso também é educação. Isso também é contribuir para a educação do país. Gandhi já preconizava “Seja a mudança que você quer ver no mundo.”

Somos rápidos em apontar culpados pelos problemas na educação. Mas sabemos como fazer nossa parte e melhorar, um pouquinho que seja, esse quadro? Que tal se questionar sobre: como me interessar mais em aprender; por que gastar horas nas redes sociais ao invés de ler mais livros; será que colar nas provas irá me ajudar realmente; ou como estar aberto a entender novas ideias e visões diferentes das minhas. Mudanças pontuais em nossos hábitos contagiam, naturalmente, o que nos cerca.

Essas são só algumas recomendações e cada um pode investigar mais quais as suas próprias barreiras rumo ao nosso aperfeiçoamento como ser pensante, nossa educação. Por fim, a mensagem que quero transmitir aqui é: reflita um pouco sobre onde você se encaixa nesse cenário caótico e encontre o que pode alterar em si mesmo, o que está ao seu alcance nesse momento, para fazer a mudança da educação de dentro para fora, sob um novo espectro.


Sobre Alexandre Mello

É Coordenador na Diretoria de Logística. Tem 20, de São Paulo, São Paulo. Atualmente estuda Economia na FEA-USP. Quer ter o próprio negócio de impacto social. Ama praticar esportes, viajar e estar em contato com a natureza.